domingo, 19 de dezembro de 2010

Sempre em meu coração... (sentimental?) Nada, esse é meu amor racional... O irracional eu controlo, para não me tornar muito meloso...



Sua voz em meu ouvido,
seu olhar na minha frente...
De nada mais duvido;
Sonho de repente.

Seu sorriso, me alegra.
Quando penso em você,
Meu coração se desintegra.
Estou, sabes, a sua mercê.

Dia-a-dia, se renova.
O amor que há muito existe.
Persevera uma trova:
Não te quero triste.

Eu as vezes exagero,
Mas percebes que sou eu.
Que há tempo espero,
Pelo felicidade que me deu.

Sonho com um dia,
Não distante ou incerto.
Que acordarei com a melodia,
de sua voz, bem perto.

Durará eternamente?
Bem, se tudo tem que terminar,

Que pelo menos seja até o fim
Prá gente não ter nunca mais
Que terminar...


Um comentário:

  1. To te seguindo...
    Segue aee =)

    http://4e20natural.blogspot.com

    ResponderExcluir